terça-feira, 12 de abril de 2016

The Story of the ZX Spectrum in Pixels (vol 1, 2 e 3)


Nome: The Story of the ZX Spectrum in Pixels (vol 1, 2 e 3)
Editora: Fusionretrobooks
Autor: Chris Wilkins
Ano de lançamento: 2014 e 2015

The Story of the ZX Sperctrum in Pixels é uma trilogia que ao longo de 2014 e 2015, através de crowdfunding, foi lançada para o mercado. E para fazer render o peixe, em breve sairá um resumo desta trilogia em edição de bolso. Goste-se ou não da vertente comercial que o Spectrum tem vindo a assumir ultimamente, mas o facto é que tem vindo a ser inundado por inúmeros livros, revistas e material a tentar aproveitar esta onda retro.

Algumas das publicações são simplesmente para esquecer, não sendo o caso desta. A seu desfavor o facto de ser bastante dispendiosa, tendo cada volume um preço atual de cerca de 20 libras. Se a isso juntarmos os portes, ficará muito perto dos 100 euros a vinda para Portugal dos três volumes. Se vale a pena investir em mais esta publicação, isto depende da bolsa de cada um.


À semelhança do livro Sam Dyer, revisto há não muito tempo, também aqui a apresentação e conteúdos têm um nível bastante alto. Da editora Fusionretrobooks, já habituada a lançar publicações, e do Chris Wilkins, personagem bastante conhecida do Universo Spectrum e que também lançou a história da US Gold e da Ocean e brevemente irá lançar a dos Oliver Twins, outra coisa não seria de esperar. As reviews aos jogos, embora breves, são de leitura fácil e objetiva, apenas lamentando-se o facto de mais uma vez o período dos anos 90 mal ser coberto.

Mas onde este livro ganha aos pontos à concorrência é nas entrevistas realizadas a alguns dos nomes mais emblemáticos dos 8 bit. Desde Rick Dickinson (projetista do Spectrum), a inúmeros programadores famosos (Jon Ritman, os irmãos Oliver, Clive Townsend, Mike Lamb, Andrew Hewson, entre outros), designers, engenheiros de som, etc., muito do jet set do Spectrum encontra-se nestes livros. Aliás, os próprios volumes segmentam os tópicos apresentados, sendo o primeiro mais virado para a criação do Spectrum e dos jogos, o segundo para o design gráfico e o terceiro para o som.


Em suma, estamos perante mais uma publicação (neste caso três), obrigatória para os aficionados do Spectrum, sendo aqui o fator de seleção o elevado preço da trilogia, que efetivamente não é para todas as bolsas (pelo preço dos três volumes comprava-se um Spectrum todo artilhado).

Textos: 4
Fotografia: 5
Apresentação: 4
Pontuação global: 4

Sem comentários:

Enviar um comentário