quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Rompetechos


Nome: Rompetechos
Editora: NA
Autor: IvanBasic
Ano de lançamento: 2016
Género: Aventura gráfica
Teclas: Não redefiníveis
Joystick: Não
Número de jogadores: 1

Rompetechos é mais um jogo lançado por nuestros hermanos, baseado nas BD's de Francisco Ibáñez e conhecido em Portugal pelos livros de Salamão e Mortadela. E à semelhança de outros jogos baseados em termas relacionados com BD's e cartoons, é de uma aventura gráfica que se trata e com um tema bastante atual: fuga aos impostos.

Assim, para evitarmos ser penalizados pelas finanças e dado que não somos nenhum jogador de futebol de topo, teremos que encontrar uma carta, os selos, e a caixa de correio para enviar os documentos para a repartição de finanças. E para tudo isso temos apenas duas horas.


Rompetechos é o paraíso de todos aqueles que gostam de construir mapas, pois deambulamos pela cidade e pelos seus edifícios à cata dos documentos e sem esse mapa facilmente nos perdemos. Mas além de termos um tempo limite para executar a nossa tarefa e a cidade ser um autêntico labirinto, temos também que ter cuidado por onde andamos ou com quem falamos. É que ao mínimo descuido levamos uma valete bofetada, aumentando o slapsometer. Quando este atinge o limite, a nossa aventura naturalmente acaba.

Embora seja um jogo simples, com apenas três teclas (duas direcionais, uma de ação), e gráficos engraçados, estilo cartoon, naturalmente, há dois ou três aspetos que não gostámos. Assim, em primeiro lugar o ecrã é extremamente pequeno. Haveria espaço para o aumentar, nem que para isso se aumentassem os gráficos. Por outro, com apenas uma tecla para ação (que serve basicamente para tudo), de cada vez que a ativamos e se não estivermos num ponto onde exista qualquer interação com pessoas ou com o meio, o personagem pergunta as horas. Ao fim de dez vezes começa a ser irritante.


Pese embora essas lacunas, o jogo mantém o interesse, se bem que, tal como na maior parte dos jogos do género, depois de o terminarmos muito dificilmente voltamos a ele.

3 comentários:

  1. Ola, aquí IvanBasic, autor do jogo, na pesquisa de comentarios e criticas ao programa. Muito obrigado pela revisão, e disculpen o meu Portuñol!

    Vou tentar de corrigir o tema de olhar para as horas quando a ação não ocorre num ponto de interaccão; em quanto á ecrá, o jogo fica programado em Basic, e uma ecrá máis grande consumiría moita memoria e faría máis lento o debuxo dos escenários.

    E um prazer para mim que dediquen o seu tempo a jogar e analizar este programa.

    Abraço!

    ResponderEliminar
  2. You're welcome and thank you very much for your comment

    ResponderEliminar
  3. E foi um prazer para nós testar o jogo. Abraco e continuação de mais aventuras! ��

    ResponderEliminar