quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Magician


Nome: Magician
Editora: NA
Autor: Radastan
Ano de lançamento: 2017
Género: Labirinto
Teclas: Não redefiníveis
Joystick: Não
Número de jogadores: 1

Depois de uma ausência de pouco mais de sete meses, Radastan volta à carga com um jogo substancialmente diferente de Dead Space. Fica também já o aviso que esta é uma versão, que apesar de já estar terminada, vai ainda sofrer uma nova versão, bastante mais completa e exigente em termos de memória (esta corre em apenas 16 k), e que provavelmente até terá lançamento físico no próximo ano. Aguardemos então pela versão maior, tendo até lá a oportunidade de ter um cheirinho do que virá.

A história é tão simples como o jogo. Assim, na a aldeia de Telerin, apenas os sábios têm o conhecimento e o poder para fazer magia. Mag, o personagem que controlamos, não é um homem sábio, e estes apenas o deixarão alcançar esse estatuto se recuperar as cinco páginas do grande livro de feitiços. Duas páginas são mantidas pelos sábios, outras duas foram roubadas pelos Orcs, e uma encontra-se perdida. Como devem calcular, a tarefa passa então por encontrar as cinco páginas, evitando a todo o preço os temíveis Orcs.


A aldeia é um labirinto de ruas e casas e a nossa primeira tarefa é mesmo fazermos um mapa, nem que seja apenas mentalmente, para nos podermos orientar na aldeia. Teremos necessariamente que ir a todas as localizações, mais de duas dezenas, pois as páginas encontram-se nos locais mais recônditos (e atenção que algumas pedras ou plantas escondem novos caminhos). Pelo meio terão também que encontrar as chaves que vos permitem entrar no castelo e em novas salas.

Tendo Magician apenas 16 k, não poderão esperar um jogo muito longo nem muitos personagens ou inimigos. Para já é uma pena que não possamos interagir com os habitantes da aldeia (pecha que pelos vistos será colmatada na versão maior), sendo que nos limitamos a passear pelos cenários, evitando os nossos inimigos. Por outro lado, facilmente apanhamos o esquema para os evitar, pelo que terminamos Magician em menos de meia-hora e nem precisamos de ser particularmente talentosos neste tipo de jogos.


Mas é meia-hora muito bem empregue, já que é uma delícia vaguear pela aldeia, pois graficamente Magician está muito bem conseguido, com cenários altamente imaginativos e coloridos, e sprites engraçados, além da própria jogabilidade ser muito acima da média.

Esta versão de Magician é gratuita e pode aqui ser obtida, servindo para entreter enquanto não chega a versão maior.

Sem comentários:

Enviar um comentário