quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Twinlight


Nome: Twinlight
Editora: RetroSouls Team
Autor: Denis Grachev
Ano de lançamento: 2017
Género: Puzzle
Teclas: Não redefiníveis
Joystick: Kempston, Sinclair
Número de jogadores: 1

A RetroSouls lançou há poucos dias o novo jogo de Denis Grachev, Twinlight, que este ano ainda não tinha dado um ar de sua graça, depois do excelente Tourmaline, justamente considerado um dos grandes jogos de 2016. Embora semelhante a Lirus graficamente, para nossa pena, já que tanta cor apenas cria confusão, a mecânica faz--nos lembrar Deflektor, ou o mais recente Beams of Light.

A ideia de Twinlight é muito simples: em cada ecrã temos um número de casulos inimigos que deveremos destruir. Para isso teremos que os atingir diretamente com o nosso laser, cujo feixe pode ser direcionado através de espelhos. Mas se o conceito é simples, e os primeiros níveis apenas servem de aquecimento, a partir do quarto nível as coisas começam a complicar-se. É que ao invés de termos apenas um laser, como nos níveis iniciais, aparecem simultaneamente vários, e se os feixes se tocam, teremos que recomeçar esse nível (temos vidas infinitas, o que começa a tornar-se habitual em jogos do género).


Como poderão ver no ecrã acima, cor é que não falta. Em demasia, até, tornando o cenário um pouco confuso, longe do polimento que tínhamos em Deflektor. Talvez o emulador que estamos a usar (ZxSpin) não favoreça e num LCD a imagem melhore, mas ao fim de algum tempo as dores de cabeça serão inevitáveis.

Para quem gosta deste tipo de puzzles, vale a pena experimentar, para os outros fiquem-se por Deflektor, que apesar de já ter 30 anos, continua a ser o melhor.

O jogo é gratuito e pode ser aqui descarregado.

2 comentários:

  1. According to the screenshot you emulator is totaly broken. On real hardware and proper emulator it looks like that:

    http://www.retrosouls.net/zx/twinlight.png

    ResponderEliminar
  2. Yes, I´m using ZX Spin, but have to move to Spectaculator, instead... :(

    ResponderEliminar