segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Melhor jogo de 2017 para Planeta Sinclair

Vamos então revelar aqueles jogos que para nós foram considerados os melhores do ano. Analisámos quase cem jogos ao longo de 2017, alguns deles com muita qualidade e que até poderiam estar nos tops das revistas especializadas dos anos 80. E com o aparecimento do Spectrum Next e a perspetiva de novos jogos exclusivos para este computador, atrevemos-nos a dizer que 2018 será ainda melhor. Mas sem mais delongas, vamos então à revelação, começando pela decepção do ano.

Decepção do ano - Fase Bonus - The Game

Fase Bonus prometia muito, ainda mais tendo em conta que os The Mojon Twins já não lançavam jogos há algum tempo. Visualmente bonito, mas absolutamente redundante.


Os melhores do ano são então:


Primeiro jogo do Spectrum em muitos anos a ser traduzido para português (por Planeta Sinclair). E Em Busca do Mortadela deixou-nos agradavelmente surpreendidos, com gráficos brilhantes e tendo ultrapassado algumas das limitações habituais no motor 3D Game Maker, aumentando a sua jogabilidade.


4º lugar - Foggy´s Quest

Estreia muito promissora para John Blythe, programador da nova geração, que durante o ano lançou mais dois jogos, todos com uma qualidade muito acima da média, sendo que qualquer um deles poderia fazer parte deste top.


3º lugar - Ooze

Também Andy Johns tem lugar neste top, e tal como John Blythe, assinou vários jogos de grande qualidade, tendo a nossa opção recaído em Ooze, não só pelo brilhantismo dos gráficos e jogabilidade, mas pelo conceito inovador ao nível do movimento da nossa personagem.



Dizzy voltou numa edição comemorativa dos trinta anos desta personagem, tendo direito a um remake. Apesar de ter saído no primeiro semestre do ano, desde logo se viu que seria um sério candidato a jogo do ano. Brilhante a todos os níveis, tendo sido criado por vário programadores ilustres.


1º lugar - The Sword of Ianna

E se Dizzy não foi o vencedor do melhor jogo de 2017, a culpa é inteiramente deste The Sword of Ianna, que inclusive é candidato ao melhor jogo de sempre do Spectrum. Foram os espanhóis os criadores desta verdadeira obra-de-arte, que deslumbrou todos os que o experimentaram. Além disso, apareceu também numa lindíssima versão limitada em cartucho, via Retroworks.

2 comentários:

  1. Great Top! i only add Q-Box , great achievement made with AGD. Congrats for the site, its a great support for the homebrew zx community.

    ResponderEliminar
  2. Thank you for following the blog for so long Ariel. :)

    And yes, Q-Boz is a great game. It´s on my top 10 games of 2017, for sure.

    ResponderEliminar